Energia solar também é gerada em dias nublados. A energia pode ser consumida imediatamente na geração local ou injetada na rede da distribuidora para consumo em até 60 meses.

COMO FUNCIONA

Qualquer pessoa ou empresa pode produzir energia elétrica a partir da energia solar. Basta instalar um gerador de energia solar particular. O Brasil possui uma legislação que regulamenta o chamado sistema de compensação de energia. Assim, toda energia produzida não utilizada será injetada no sistema da distribuidora de energia. Todo saldo energético é convertido em créditos de energia em kWh, que podem ser usados em até 60 meses.

Para usufruir desses créditos, caso sua geração seja muito superior à sua necessidade, também é possível cadastrar outro imóvel cuja conta de energia também esteja sob o mesmo CPF ou CNPJ e vinculados à mesma distribuidora de energia, e assim redirecionar os créditos em kWh para abater o consumo desse outro medidor.

CARACTERÍSTICAS DA ENERGIA SOLAR

Além de ajudar o meio ambiente, o retorno de investimento em energia solar é outro atrativo interessante e acontece hoje muito mais rápido.

Investimento com tempo de retorno cada vez menor. Em torno de 3 anos.

Quando feita de maneira correta a instalação, a geração de energia solar pode proporcionar até 95% de economia na conta de energia.

Vivemos num país tropical, em que a viabilidade da utilização de energia solar acontece em praticamente todo o território nacional.

O custo dos equipamentos já sofreu uma elevada redução e combinado com a avançada tecnologia, torna-se viável e mandatório o uso da energia solar, que já consegue atingir uma economia de recursos capaz de pagar o próprio sistema em 3 anos e desfrutar da economia total por até 25 anos.

Se feitas manutenções preventivas de maneira correta, a vida útil do sistema de geração de energia solar é de 25 anos.

Seja para uso doméstico ou empresarial, a energia solar dá maior previsibilidade das despesas e deixa você e seu negócio protegidos da inflação energética e livres das bandeiras tarifárias amarela e vermelha.

A energia excedente gerada pelo seu sistema, é injetada na rede da distribuidora de energia e é convertida em créditos de energia, em kWh, que podem ser utilizados em até 60 meses.

LEGISLAÇÃO E MODALIDADES DE GERAÇÃO

A Resolução Normativa ANEEL nº 482/2012 tornou obrigatório o sistema de compensação de créditos, também conhecido como net metering. Assim, o usuário que desejar gerar sua própria energia pode injetar todo o excedente na rede elétrica e gerar créditos.

Os créditos de energia gerados são válidos por até 60 meses. Há ainda a possibilidade de o consumidor utilizar esses créditos em outras unidades (desde que as unidades consumidoras estejam na mesma área de concessão e sejam do mesmo titular).

Além da REN 482, a REN 687 definiu dois novos modelos de utilização da energia fotovoltaica, totalizando 4 modelos de geração:

GERAÇÃO LOCAL

É o modelo mais comum, onde a energia gerada é consumida na mesma unidade.

GERAÇÃO COMPARTILHADA

É o compartilhamento de produção de energia entre propriedades do mesmo dono ou cooperativas e consórcios de pessoas ou empresas.

AUTOCONSUMO REMOTO

É possível produzir energia em outro local para reduzir sua conta de energia caso você não tenha o espaço ou condição favorável.

CONDOMÍNIOS

É possível gerar energia solar em condomínios e partilhar a energia gerada entre os condôminos.

CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES
PARA AQUISIÇÃO DE ENERGIA SOLAR

VANTAGENS E DESVANTAGENS
DA ENERGIA FOTOVOLTAICA

A geração de energia elétrica a partir da luminosidade causada pelos raios solares mostra-se cada vez mais razoável e importante.

A flexibilidade do uso do sistema de geração no próprio telhado ou por geração remota, a praticidade e rapidez na instalação e a possibilidade de implementação em praticamente todo o território nacional, são alguns dos argumentos que justifica a adoção dessa fonte de energia elétrica limpa e renovável.

A redução do custo dos equipamentos e a avançada tecnologia já empregada tornam possível que a economia gerada seja suficiente para pagar o próprio sistema, em média em 3 anos, e ficar com a economia integral até completar 25 anos de vida útil do sistema.

Listamos abaixo as principais vantagens e desvantagens ou limitações da energia fotovoltaica:

VANTAGENS

    Melhor investimento financeiro

  • Dentre as aplicações de baixo risco a solar é a campeã, atingindo retornos de 2% a 3% ao mês.

  • Limpa e renovável

  • No momento de sua produção não são gerados poluentes que afetem o meio ambiente e decorre de uma fonte inesgotável de energia.

  • Instalação prática e rápida

  • A instalação pode ser no próprio local de consumo ou em outra área para geração remota e tudo fica pronto e gerando em poucos meses após a assinatura do contrato.

  • Geração contínua

  • Só depende da luminosidade solar. Até em dias nublados o sistema gera energia. Não depende de níveis de reservatório ou de intensidade de vento ou de qualquer outra ação da natureza.

  • Manutenção simples

  • Além da elevada vida útil de 25 anos dos sistemas e a alta qualidade dos equipamentos, a manutenção é simples, pouco frequente, mas importante.

  • Localização geográfica flexível

  • O Brasil é um país privilegiado no que se refere à energia fotovoltaica. Em praticamente toda a sua extensão, são verificados níveis excelentes de radiação, ideais para captação de energia solar. Além disso, pela extensão territorial de um país continental, tem-se a elevada disponibilidade de áreas para a geração remota de energia.

DESVANTAGENS

    Armazenagem de energia excedente

  • O uso de baterias para o armazenamento de energia gerada excedente ainda tem um elevado custo e vida útil da bateria é de até 10 anos, mas, ainda assim, é viável quando efetivamente necessário. Apesar disso, uma solução é a injeção de energia na rede das distribuidoras de energia e posterior geração de créditos de energia, em kWh, para uso em até 60 meses.

  • O sistema que usa baterias é denominado Off Grid e trabalha independente da rede da distribuidora de energia. Tem sido utilizado por clientes que decidem por uma casa totalmente autossustentável, ilhas, agronegócios e locais sem rede elétrica da distribuidora.

    O payback do sistema Off Grid costuma aumentar de 3 anos para 6 anos, porém, se comparado aos benefícios e redução de custo pela vida útil de 25 anos desse sistema e de 10 anos da bateria, ainda, compensa muito.

    Análise de Sombreamento

  • É importante a análise de cada local de instalação quanto às interferências que possam causar sombreamentos, como telhados recortados, árvores, obstáculos, prédios adjacentes e elevações no terreno que possa causar sombreamento no sistema.

  • Qualidade da instalação e dos equipamentos

  • Como qualquer sistema que envolve elevada tecnologia, torna-se fundamental a correta instalação e o uso de equipamentos de ponta de fabricantes renomados e testados no mercado mundial.

Conheça nossas soluções personalizadas

PEÇA AGORA MESMO SEU ORÇAMENTO

O que falam sobre nós

DEPOIMENTOS

Não gastei dinheiro algum com minhas placas solares. Investi. Sentei e fiz as contas: com cerca de 5 anos, o valor que gastei será pago por minhas contas de luz. Depois, será lucro, numa taxa de retorno que quase nenhum outro investimento oferece. E para sempre. Aliás, um tipo de aplicação com responsabilidade ambiental, uso do Sol para criar energia, sem emissões ou impactos. Arrependimentos? Tenho um: não ter feito isso antes.

Gladston Mamede